Uma bula de produto ingerível como medicamentos em geral e suplementos, contém uma série de informações sobre o produto, e fornece dados importantes sobre seus produtos de interesse.

 Como bulas estão disponíveis para qualquer medicamento prescrito por seu médico ou para medicamentos disponíveis apenas em uma farmácia. Assim como também são fornecidas em produtos, tais como fórmulas suplementares com fórmula natural e de livre comércio na internet.

A leitura deste artigo sobre bula de produto, lhe ajudará a entender como tomar seu medicamento ou suplemento com segurança e daremos informações sobre possíveis colaterais e interações com outras substâncias.

Aproveite e faça uma boa leitura!

Objetivo por detrás de uma bula

bula

Uma bula é criada para fornecer informações precisas sobre a segurança de seu medicamento ou suplemento e traz orientações sobre a melhor forma de tomá-lo.

A empresa farmacêutica que fabrica o medicamento redige a bula e deve seguir como diretrizes do governo e normas da Anvisa. Isso garante que as informações sejam precisas e escritas em uma linguagem que os consumidores possam entender.

Por que é importante ler os rótulos das embalagens dos medicamentos e suplementos?

Você gosta de ler os rótulos dos seus produtos? Não tem esse costuma? Quer saber de que é feito o seu produto, e quanto de cada componente ele contém? E quanto aos seus medicamentos prescritos? Você também lê os rótulos das embalagens e aquele pedacinho de papel inserido na caixa?

Talvez ignoramos ela, porque pensamos que não são tão importantes. Mas, ao ler o artigo de hoje, você saberá como essas coisas são importantes.

O que está presente nas bulas dos medicamentos ou suplementos? Basicamente, você encontra informações básicas que podemos encontrar em um rótulo é o nome, o número de medicamentos controlados contidos na caixa em termos de miligramas ou mililitros, a data de validade e o fabricante.

bula

Também podemos encontrar alguns cuidados com relação ao armazenamento e uso do medicamento. Essas coisas são essenciais não apenas para os consumidores, mas também para os farmacêuticos. No momento em que abrimos a caixa, podemos ver um pequeno pedaço de papel inserido.

Devemos tomar nota disso porque contém a lista de ingredientes ativos e inativos encontrados no medicamento. Isso pode orientá-lo a saber se você tem alergia a alguns dos ingredientes dos medicamentos.

 Usando uma bula corretamente

Certifique-se de ter em mãos a bula correta para o seu medicamento ou suplemento. Alguns produtos estão disponíveis em diferentes formulações e cada um terá sua própria bula. O nome exato da marca está escrito no topo da bula em letras grandes e deve corresponder ao nome da marca na caixa.

Leia sempre a bula, antes mesmo de começar a tomar a medicação para estar bem preparado. Você também pode consultar maiores informações sobre a bula durante o tratamento para verificar se há efeitos colaterais e possíveis interações com outros medicamentos ou substâncias, como o álcool.

bula

Você também pode descobrir o que fazer se falhar uma dose. Deve falar com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas sobre a sua medicação ou sobre como ler a bula da forma correta. Não varia uma dose nem tome decisões de tratamento com base em sua própria leitura da bula.

É preciso fazer exatamente o que a bula recomenda, para que o seu tratamento, independente da finalidade: emagrecimento, dores nas articulações, depressão, ansiedade, vício em cigarro, impotência sexual, entre outros, aporte os resultados desejados.

Todos os bulas são definidos da mesma forma e incluem informações, tais como as que mencionam o seguir:

  • Inserção do nome da marca – aparece na parte superior em letras grandes;

  • Os ingredientes que se encontram ativos no produto – o ingrediente principal do medicamento aparece sob a marca, geralmente em destaque, e todos os ingredientes do medicamento ou suplemento, incluindo ingredientes não ativos (como aglutinantes ou revestimentos de comprimidos)aparecem em destaque com seus benefícios de consumo.

  • Detalhes de contato do fabricante;

  • Como tomar a medicação ou suplemento – incluindo o que fazer você tomar muito ou perder uma dose;

  •  Informações a ser consideradas antes de usar o medicamento – incluindo possíveis interações com outros medicamentos ou substâncias;

  • Informações seguras de armazenamento e descarte o que pode acontecer enquanto você está tomando o medicamento – incluindo efeitos colaterais para que o medicamento é usado.

  •  Contra-indicações – certas razões para não tomar um medicamento (por exemplo, algum medicamento não é recomendado para mulheres grávidas ou crianças com menos de uma certa idade).

E aí, o que achou do nosso conteúdo de hoje? Deixe seu feedback nos comentários!